Produtos de Higiene e Uso Pessoal, Toxinas e Nossa Saúde - Parte 1

November 9, 2018

 

 Produtos de Higiene e Uso Pessoal e Toxinas - Parte 1

 

Neste artigo, meu objetivo é criar conscientização sobre o uso diário de produtos de higiene pessoal e nossa constante exposição a toxinas nocivas a saúde.

 

Entende-se que nosso corpo tem capacidade natural de suportar um certo grau de exposição a toxinas. Porém, para isto dependemos que nosso sistema de desintoxicação esteja funcionando adequadamente. 

 

Ao mesmo tempo, o mais recomendado é reduzirmos qualquer exposição desnecessária a toxinas.

 

Desta forma, você sabia que os produtos de higiene e uso pessoal nos expõe diariamente a toxinas que podem nos causar sérios problemas de saúde?

 

Incrível, mais ao contrário, pensamos (ou somos levados a pensar pela indústria da beleza) que estes produtos são “inofensivos” para nós, não e mesmo? 

 

Então, vamos aos fatos...

 

Primeiro de tudo, quantos produtos de beleza e higiene pessoal você usa diariamente?

 

Vamos enumerar os mais comuns: sabonete, desodorante, xampu, condicionador de cabelo, loção corporal, protetor solar, batom, maquiagem em geral, produtos de barbear, perfumes, protetor labial, creme dental, esmalte, etc.

 

Desta maneira, pare e de uma olhada na lista dos ingredientes, ou seja, na lista dos químicos usados na fabricação de cada um dos produtos que você está usando hoje.

 

Por exemplo, para ilustrar vamos imaginar que você esteja usando creme dental da Colgate. Portanto, vamos na lista de ingredientes usados na fabricação deste produto. Ingredientes ativos: fluoreto de sódio, triclosan. E ingredientes inativos: lauril sulfato, goma de celulose, sabor, hidróxido de sódio, carragenina, propilenoglicol, sacarina sódica, dióxido de titânio.

 

Apenas um produto e 11 químicos usados ​​na fabricação!

 

E, você reconhece algum dos ingredientes acima?

 

Resumindo, a grande maioria dos produtos de uso pessoal são produzidos através do uso de produtos químicos industriais e tóxicos. 

 

Consequentemente, a exposição diária a estas toxinas pode produzir uma ampla gama de efeitos nocivos a nossa saúde. De leve sintomas, a sérios riscos de vida ou ainda, a problemas fatais. 

 

Também, o acúmulo destas toxinas em nosso corpo, com o passar do tempo, pode alterar nosso sistema endócrino, afetando nossa produção de hormônios. 

 

Além disto, como efeito domino, tóxicos causam estresse oxidativo em nossas células. Também, comprometem o metabolismo da glicose, podendo levar a resistência a insulina e a obesidade. Além do que, podem causar câncer.

 

O que ainda é mais assustador é que é público que as empresas de cosméticos geralmente além dos tóxicos, usam neurotoxinas “escondidas”, como chumbo e mercúrio, na lista de ingredientes usados na fabricação de produtos de uso pessoal.

 

E mais uma vez, não é levado em conta que estas neurotoxinas podem nos gerar danos neurológicos irreversíveis. 

 

Nossa tolerância a toxinas depende do grau de tolerância de cada um de nós. Também, depende da carga de tóxicos que cada um de nós tem armazenada e varia muito entre indivíduos.

 

O fato é que somos a primeira geração de seres humanos que estamos sendo expostos a um grande número de toxinas em nossos hábitos diários. 

 

Portanto, reflita sobre quantos tóxicos diferentes estão presentes em toda a lista de produtos de higiene pessoal que você está usando hoje?

 

Além disso, pense sobre o efeito sinergético que pode acontecer com a soma de todos estes produtos químicos dentro de um mesmo frasco e, as consequências que podem trazer quando usados todos os dias e, somados ao longo prazo.

 

De acordo com o EWG (Environmental World Group), existem 12.500 ingredientes químicos utilizados na fabricação de produtos de cuidados pessoais. 

 

Sendo que a grande maioria dos produtos químicos usados nestes produtos não são avaliados quanto à segurança.

 

Assim, a maioria dos produtos de uso pessoal que estão sendo comercializados contém substâncias cancerígenas, desreguladores endócrinos e toxinas que interferem com nosso sistema reprodutivo afetando a fertilidade. Assim como pesticidas, agentes de limpeza a base de solventes, etc.

 

Ou seja, estamos usando diariamente em nosso corpo químicos, comercializados em potes bonitos e chamativos e que não precisam de nenhuma exigência de testes de segurança antes de serem comercializados.

 

Além disso, constar no rótulo que um produto não é tóxico ou que é natural não significa que o produto seja seguro para uso, pois estes são termos não específicos e que não são regulamentados.

 

Assim, afim de reduzir tua carga toxica, minimize ao máximo tua exposição a toxinas, removendo produtos de cuidado pessoal “desnecessários” , diminuindo o uso, ou optando por alternativas mais seguras.

 

Esta é uma abordagem crucial para limitar nossa exposição a tóxicos que aumentam  nosso risco de problemas de saúde, 

 

Se você precisar de informações adicionais sobre os teus produtos pessoais ou sugestões de produtos mais seguros para você e tua família, por favor, pesquise na EWG (Environmental Working Group).

 

E por favor, deixe teu comentário abaixo sobre o que você pretende fazer para reduzir  tua exposicao diária a toxinas?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

Do you Have a Chronic Illness and Want an Alternative Health Plan to Change your Health for the Better?

February 2, 2018

1/1
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 Elianni Gaio

Tel : +1 (786) 797-0809